Pedido de Música

Preencha os campos abaixo para submeter seu pedido de música:

Pará tem dia com maior número de casos confirmados e mortes por Covid-19 - Rádio Cametá FM

Pará tem dia com maior número de casos confirmados e mortes por Covid-19

Foto: Jader Paes/Agência Pará

A Secretaria de Saúde Pública (Sespa) confirmou 33 novas mortes nas últimas 24 horas em decorrência do novo coronavírus em todo o Estado, sendo mais da metade das vítimas moradoras da Região Metropolitana de Belém. É o maior quantitativo em um único dia desde o primeiro óbito, elevando o total para 86.

O número de casos confirmados também deu um salto (foi de 312 somente ontem), totalizando 1.579 infectados. A última atualização da saúde estadual, de 13h de sexta, informava 606 casos recuperados, 402 casos em análise e 1.757 casos descartados.

A RMB passou a contar, ontem, com mais 20 leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI). Em redes sociais, o governador Helder Barbalho confirmou 14 novas vagas no Hospital Metropolitano de Urgência e Emergência (HMUE) e outras 6 no Hospital Francisco Magalhães, em Castanhal, no nordeste do Estado.

“Nossa prioridade é salvar vidas”, destacou o chefe do Executivo Estadual na postagem.

Em relação às vagas de Castanhal, Helder entrou em contato com o ex-deputado estadual Márcio Miranda e pediu a ele a disponibilidade de alguns leitos de UTI, e o mesmo atendeu prontamente a solicitação do governador.

“Fica o exemplo. Pensando no povo: é assim que vamos vencer a Covid-19”, declarou Helder, que concorreu com Miranda ao Governo em 2018. Com esse incremento, o Pará possui 834 leitos clínicos adultos e 148 leitos de UTI adultos disponíveis a pacientes com sintomas do novo Coronavírus.

VAGAS

Pela parte da noite, em transmissão on-line, Helder afirmou que o percentual de ocupação de leitos de terapia intensiva ontem era de quase 74%. A ampliação dessas vagas deve ocorrer a partir de 30 de abril, dia em que está previsto chegar o avião contratado para transportar os 400 respiradores e kits de UTI vindos da China e comprados pelo tesouro estadual.

Ele confirmou ainda que os médicos cubanos que integraram o Mais Médicos já atuam no Hospital de Campanha do Hangar e na Policlínica Metropolitana.

A Prefeitura de Belém ainda não respondeu ao ofício enviado pelo Executivo oferecendo a quantidade desses profissionais que a gestão municipal julgar necessária para atuação na rede de saúde da capital.

 

Fonte: DOL

Deixe seu comentário:

© Direitos reservados - Rádio Cametá FM (91) 3781-3471